Qual o caminho a ser seguido

para chegarmos a Deus?

O que devemos fazer para encontrar a

imagem e semelhança do Criador em nosso ser?

Qual a religião correta a ser seguida? 

Freud acreditava que o
desejo sexual era a 
força motora que 
impulsionava a vida 
humana. 
Schopenhauer, dizia 
que o homem era 
movido por aspirações 
e paixões.
Jung acreditava que o
homem buscava uma
complementação entre
corpo e psiquê ou
conteúdo
mente/espírito. Jung
afirmava que, a crença
em deuses nada mais
era do que a projeção de
registros psíquicos,
sobre os quais, o nosso
ego não tem qualquer
conhecimento.

Carmen Viana acredita que o homem busca a aprovação de um ser ou seres

superiores e a força que impulsiona esta busca, encontra-se codificada no 

próprio material genético do ser humano. 


Em Busca do Divino

Desde o surgimento da vida inteligente, sobre a Terra, o homem busca o Divino, busca algo maior, uma divindade a quem possa seguir-lhe os passos e, seguindo-o, alcançar, ele próprio o estado divino do existir.
Várias foram as denominações dadas, ao longo das eras, à este sublime estado do ser.
Alguns lhe deram uma conotação de um lugar físico e tangível e chamaram-no de Paraíso ou Éden, outros de Nirvana, os islâmicos o chamam de Al-Yanna, os povos nórdicos de Valhalla e, assim a morada divina recebeu e recebe infinitos nomes, dependendo de cada povo e de cada crença.
Os povos mais espiritualizados o entenderam como algo mais sutil, não um lugar físico, mas um estado de espírito, e o chamaram de Samadhi, uma condição de sentir e perceber a realidade que nos cerca, onde a ilusão da matéria se dissolve e a consciência partilha de um estado perfeito de união com a grande Consciência Divina, onde todo o sofrimento e a ansiedade se desfazem.

TOP